Coronavírus – Governo Antecipa Pagamento De 13° Salário

O Governo está tomando algumas medidas a fim de amenizar a pandemia do coronavírus. Entre as medidas tomadas está antecipação do pagamento do 13° salário.

O INSS confirmou que o pagamento de duas parcelas do 13° salário. Eles serão depositadas nos meses de abril e maio e essa medida visa ajudar as pessoas no combate ao coronavírus.

O pagamento da primeira parcela será entre os dias 24 de abril e 8 de maio. Enquanto que a segunda será entre os dias 25 de maio e 5 de junho.

As datas de pagamento seguirá a ordem dos serviços mensais de aposentados, pensionistas e auxílios.

Quem ganha até um salário mínimo irá receber primeiro. Isso vai ocorrer na última semana do mês de cada uma das competências, ou melhor, em abril e maio.

Para quem ganha acima do teto, o deposito da primeira e segunda parcela ocorrerão a partir dos dias 4 de maio e 1 de junho.

O dinheiro vai cair na conta dos segurados, ou melhor, vai cair nas datas em que os benefícios caem nos meses de abril e maio.

Confira o calendário completo do 13° salário antecipado pelo INSS

coronavírus

1ª Parcela – benefícios que englobam pessoas que ganham até um salário mínimo

Cartão (sem o digito)

Depósito

1

24/abr

2

27/abr

3

28/abr

4

29/abr

5

30/abr
6

04/mai

7

05/mai

8

06/mai

9

07/mai

0

08/mai

 1 ª Parcela – benefícios para quem ganha acima de um salário mínimo

Cartão (sem o digito)

Depósito

1 e 6

04/mai

2 e 7

05/mai

3 e 8

06/mai

4 e 9

07/mai

5 e 0

08/mai

Veja também:

+ Governo anuncia auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais.

++ Empréstimo Pessoal Banco Pan – disponível para negativado. 

2 ª Parcela – benefícios que englobam pessoas que ganham até um salário mínimo

Cartão (sem o digito)

Depósito

1

25/mai

2

26/mai

3

27/mai

4

28/mai

5

29/mai

6

01/jun

7

02/jun

8

03/jun

9

04/jun

0

05/jun

2ª Parcela – benefícios para quem ganha acima de um salário mínimo

Cartão (sem o digito)

Depósito

1 e 6

01/jun

2 e 7

02/jun

3 e 8

03/jun

4 e 9

04/jun

5 e 0

05/jun

O pagamento de cada parcela significa uma injeção de cerca de 23 bilhões na economia do Brasil. Esse valor é distribuído entre aproximadamente 25 milhões de pessoas.

Vale salientar que essas mudanças estão ocorrendo para amenizar os impactos da epidemia do coronavírus. Antes, o pagamento da primeira parcela do 13° era realizada em setembro e a segunda em dezembro.

O governo além de disponibilizar essas medidas, irá promover outras ações que visam combater os impactos do coronavírus.

coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.