Você Sabe Como Calcular O 13° Salário?

Devido a pandemia do coronavírus, o Governo vem adotando diversas medidas com o intuito de ajudar os mais necessitados, trabalhadores e Micro Empreendedores.

Uma das medidas adotadas é a antecipação do 13° salário do INSS dos aposentados e pensionistas. A medida deve colocar em circulação mais de R$ 23 bilhões de reais.

Mas o que pouca gente sabe é como calcular o 13° salário. O décimo terceiro é usado para diversos fins, além de ajudar no combate ao vírus.

Várias perguntas vêm à cabeça: de que maneira a gente fica sabendo quanto vai receber? Qual é o valor que temos para receber?

Para responder essas perguntas e esclarecer outras dúvidas, fizemos uma lista de alguns pontos que devem ser esclarecidos e colocados na ponta do lápis para entender tudo que envolve o 13°. Isso é valido para o imposto de renda do INSS, por exemplo.

Esse artigo tem a finalidade de fazer o leitor entender todos os cálculos envolvidos. Essa é uma maneira de comparar se o pagamento está de acordo com o que se tem direito. Além disso, com os cálculos em mãos, o uso do dinheiro pode ser programado de uma melhor maneira.

Descontos do 13° salário

13° salário

Para ser ter uma boa ideia é entender por que os descontos variam de acordo com o salário atual.

Primeiro de tudo é o desconto do INSS, que é destinado para o Instituto Nacional do Seguro Social.

Para quem ganha até R$ 1.659, o desconto será de 8%. De R$ 1.659 até R$ 2.765, o desconto será de 9%. Para as pessoas quem ganham até R$ 5.531, desconto será de 11% na folha. E acima desse valor, o desconto será de R$ 608,44 (teto de impostos).

Já para os descontos de Imposto de Renda, os salários até R$ 1.903 não terão parcelas a deduzir. De R$ 1.903 até R$ 2.826, o desconto é de 7,5%. E até R$ 3.751, o desconto será de 15% e até R$ 4.664, o desconto será de 22,5%.

Para as pessoas que ganham acima de R$ 4.664, o desconto será de 27,5%, ou seja, R$ 869.

Veja também:

+ Curso gratuito de vigia e de porteiro. 

++ FGTS Digital disponível – confira.  

Hora extra

Outra coisa que deve ser bem entendida são as horas extras, adicionais noturnos e comissões. O 13° salário terá um valor proporcional em cima dessas características, desses “a mais que será recebido”. Tudo deve ser feito de forma proporcional e geralmente é pago na segunda parcela do benefício.

Para calcular o valor das horas é necessário somar todas as horas a mais trabalhadas e dividir pelo número de meses trabalhados. Em seguida, será necessário multiplicar pelo custo da hora extra.

Hora a menos

Outro ponto que também deve ser entendido é sobre o período que a pessoa não trabalhou o ano todo. Dessa forma, tem horas a menos trabalhadas. Essa situação deve ser calculada de forma proporcional na hora de receber o benefício.

Para calcular a primeira parcela é muito simples. O salário deve ser dividido por 12 e multiplicado pelo resultado de número de meses que trabalhou até novembro. Dessa forma, a primeira parcela será a metade desse valor, sem desconto algum.

Para a segunda a parcela, a conta será a mesma. Deve-se apenas descontar o INSS e o Imposto de Renda acima citados. O resulta será o valor do pagamento que será recebido em dezembro.

13° salário

Aviso Legal!

O Consulta Beneficio consultabeneficio.com, não solicita em nenhuma situação quantia em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto financeiro. Não temos vínculo com as marcs divulgadas. Não somos instituição financeira. Somos um site de conteúdo informativo. Trabalhamos para manter todas as informações atualizadas sempre que possível. Você pode consultar essas informações nos sites das instituições/provedores financeiras oficiais.

Para mais informações sobre o Consulta Beneficio (consultabeneficio.com/disclaimer) acesse nosso aviso legal em consultabeneficio.com/disclaimer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima