BPC, Cadastro Único E Bolsa Família – Nova Proposta Vai Pagar De R$ 522 a R$ 1.045

Está tramitando no congresso uma nova proposta que pretende criar um instrumento que garanta uma renda mínima aos cidadãos brasileiros.

A proposta, que está sendo debatida é através do Projeto de Lei 4865/19, propõe a criação do Programa “Renda Básica Universal”. A ideia do programa é liberar de forma mensal auxílios financeiros que poderão variar de R$ 522 a R$ 1.045 (um salário mínimo).

A Renda Básica Universal visa atender pessoas de todas as idades, mas não serão todos os cidadãos que terão direito ao auxílio financeiro. Dessa forma, é de muita importância ficar de olho em todas as regras do programa.

Leia com bastante atenção o artigo abaixo e fique por dentro de todos os detalhes do Projeto de Lei da Renda Básica Universal.

Quem poderá participar do Programa de Renda Básica Universal?

Renda Básica Universal

O objetivo do Programa de Renda Básica Universal é atender todas as pessoas que vivem em condição de vulnerabilidade ou em extrema vulnerabilidade. Vale salientar que estará disponível independente de o cidadão receber ou não outro benefício.

Isso significa que para receber esse auxílio financeiro, o cidadão pode estar recebendo o benefício do Cadastro Único, Bolsa Família ou ainda o BPC (Benefício de Prestação Continuada) do INSS, por exemplo. Mas para ter acesso ao novo benefício é importante observar alguns critérios.

Requisitos para receber o benefício

O Projeto de Lei visa garantir o crédito em dinheiro para 4 faixas de idade, que podem ser compreendidos em pessoas de 0 a 64 anos e que a renda varie de 0 até uma renda familiar de um salário mínimo por pessoa na família, estando de acordo com a divisão de idades de acordo com os seguintes critérios:

Terá direito a Renda Básica Universal:

Renda Básica Universal

1 – Crianças vulneráveis entre 0 e 14 anos de idade: desde que a renda per capita por família não esteja acima de um salário mínimo.

Nesse caso, o valor do benefício será de R$ 522,00.

2 – Jovens vulneráveis com idade entre 15 e 19 anos: desde que a renda per capita por família não esteja acima de um salário mínimo.

Nesse caso, o valor do benefício será de R$ 522,00.

3 – Cidadãos que tenham idade entre 30 e 59 anos: desde que a renda não esteja acima de meio salário mínimo por mês.

Nesse caso, o valor do benefício será de R$ 522,00.

4 – Idosos com idade entre 60 e 64 anos: desde que não possuam nenhuma fonte de renda ou que sua renda não esteja acima de meio salário mínimo.

Nesse caso, o valor do benefício será de R$ 522,00.

5 – Idosos com idade acima de 65 anos terão direito a um salário mínimo.

O texto diz que existe uma garantia que idosos acima de 65 anos de idade e que vivem em situação de extrema vulnerabilidade e que tenham renda básica do BPC da Seguridade Social do INSS.

Nesse caso, o valor do benefício será de R$ 1.045,00.

Veja também:

+ Saiba como se inscrever no BPC – Benefício de Prestação Continuada.

++ 7 serviços do Meu INSS para quem vai se aposentar.

Tramitação

A proposta de Lei do novo benefício da Renda Básica Universal é do deputado Reginaldo Lopes e está tramitando na Câmara dos Deputados. O deputado diz que há um valor mínimo para que as pessoas tenham dignidade.

A renda básica não deve ser vista como algo que faça as pessoas se acomodarem, mas como um fator de segurança para que elas possam empreender”,

Vale salientar que o projeto está em caráter conclusivo e deverá ser analisado pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

renda básica universal

Aviso Legal!

O Consulta Beneficio consultabeneficio.com, não solicita em nenhuma situação quantia em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto financeiro. Não temos vínculo com as marcs divulgadas. Não somos instituição financeira. Somos um site de conteúdo informativo. Trabalhamos para manter todas as informações atualizadas sempre que possível. Você pode consultar essas informações nos sites das instituições/provedores financeiras oficiais.

Para mais informações sobre o Consulta Beneficio (consultabeneficio.com/disclaimer) acesse nosso aviso legal em consultabeneficio.com/disclaimer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima