Auxílio Emergencial Pode Ser Prorrogado Por Até Um Ano

O auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo está ajudando milhares de pessoas que estão passando por dificuldades financeiras durante a pandemia do coronavírus. O coronavírus tem afetado as pessoas não apenas na saúde, mas também no aspecto financeiro.

E visando manter essa ajuda emergencial, a possibilidade de prorrogação do auxílio de R$ 600 está em análise na Câmara dos Deputados. A ideia é que o auxílio seja prorrogado por até um ano.

Inicialmente, a previsão do auxílio (Lei 13.982/20) era para valer durante três meses, mas o Governo já tinha deixado claro que se a pandemia durasse por mais tempo, ele seria prorrogado.

Alguns deputados estimam que esse momento pode significar a maior recessão da história do Brasil e segundo o Itaú, essa recessão pode representar até 6,4% do PIB. A pandemia pode fazer com que o desemprego aumente, assim como a informalidade e a precarização do mercado de trabalho. Ainda segundo alguns especialistas, a crise pode ir além do período do confinamento.

Os deputados querem ainda que outro problema seja resolvido: CPF desatualizado. Algumas pessoas estão tendo o auxílio negado e isso se deve ao fato de o CPF está desatualizado ou suspenso.

Muitos brasileiros em dificuldade financeira e que têm direito ao recebimento do auxílio estão tendo a assistência recusada, pois os respectivos CPFs estão pendentes de regularização ou estão suspensos”, disse um dos deputados que defende a melhora no serviço do auxílio.

Mas quem pode receber o auxílio emergencial?

auxílio emergencial

As pessoas que se encaixam nas seguintes características poderão receber o auxílio emergencial.

  • Trabalhadores autônomos
  • Trabalhadores informais
  • Micro Empreendedores Individuais (MEI)
  • Pessoas que estão desempregadas
  • Mães chefes de famílias e que são autônomas

Para mais informações, ligue: 0800 707 2003.

Como posso receber o auxílio emergencial?

Para ter acesso ao auxílio é necessário realizar um cadastro através do Aplicativo Caixa (Auxílio Emergencial) ou através do site oficial do Governo, sendo necessário realizar uma autodeclararão disponibilizando as seguintes informações:

  • Nome completo
  • Data de nascimento
  • CPF
  • Nome completo da mãe

Ao preencher as informações necessárias, o Governo fará uma analise da situação do solicitante para haver a liberação do auxílio emergencial.

Através do site Caixa ou APP, solicitante pode acompanhar todo o processo de solicitação.

As pessoas que estão inscritas no Cadastro Único e no Bolsa família não precisam realizar o cadastramento. A inscrição e feita de forma automática.

+ Confira tudo sobre o Cadastro Único clicando aqui.

Mais sobre o auxílio emergencial

O auxílio emergencial está sendo disponibilizando pelo Governo para amenizar a crise financeira em que muitas pessoas estão passando devido à pandemia do coronavírus.

Ainda segundo o Governo, as pessoas que poderão receber o auxílio são: trabalhadores autônomos, trabalhadores informais, pessoas que estão inscritas no Cadastro Único e pessoas que possuem Bolsa Família.

Além disso, para ter acesso ao benefício é necessário ter idade superior a 18 anos.

Outra informação importante é que mães chefes de família poderão receber até duas cotas, ou seja, R$ 1200. Vale salientar que até duas pessoas da mesma família também poderão receber.

Confira outras características do auxílio emergencial:

– Pessoas que estão impossibilitadas de trabalhar e não podem manter sua casa poderão receber

– Famílias que onde a renda per capita não ultrapasse R$ 522, 50 (meio salário mínimo) e famílias em que a renda familiar não ultrapasse R$ R$ 3.135,00 (três salários mínimos) também poderão receber

– Pessoas que recebem o Bolsa Família terão direito ao auxílio, mas para isso, elas devem optar entre o que for mais vantajoso

– Pessoas e idosos que estão na fila para receber o BPC (Benefício de Prestação Continuada) também poderão receber o auxílio emergencial

– Pessoas que tiveram rendimentos tributáveis menores que R$ 28.559,70 também terão direito

Outra informação importante é que pessoas que recebem aposentadoria, seguro desemprego ou qualquer outra forma de ajuda do Governo não poderão receber, com exceção do Bolsa Família.

++ Quer estudar durante a pandemia do coronavírus? Realize a distância alguns dos cursos disponíveis e gratuitos. 

Aplicativo Caixa

Através do APP, as pessoas que possuem conta poderão saber se o saldo está disponível e dessa forma, se o auxílio foi depositado.

Para as pessoas que não possuem conta, não tem Cartão Bolsa Família e não tem Cartão Cidadão, a Caixa disponibilizou uma conta de forma automática através do APP Caixa Tem. Dessa forma, você terá acesso a essa conta e saberá se o saldo está disponível ou não.

Qualquer dúvida, ligue para o telefone disponível da Caixa Econômica: 111.

auxílio emergencial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *