Autônomo: 10 Maneiras De Comprovar O Tempo De Trabalho Por Idade

Muitos autônomos não sabem ou não conhecem, mas existem diversas formas de comprovar o tempo de trabalho exercido. Isso é explicado pelo fato de que esse profissional tem direito ao INSS – Instituto Nacional do Seguro Social.

Uma das grandes dificuldades que o autônomo tem é comprovar o tempo de trabalho. Isso acontece porque para receber a aposentadoria, ele deve ter contribuído com os pagamentos do INSS. Dessa forma, o próximo passo é comprovar.

Ao exercer atividades profissionais como autônomo, alguns trabalhadores acabam não contribuindo com o INSS e esses pagamentos acabam passando em branco.

A primeira boa notícia é que é possível quitar os débitos antigos. Dessa forma, é necessário haver a comprovação da atividade que exerceu durante o período que ficou em branco.

Nos post abaixo, vamos mostrar 10 maneiras de comprovar que o autônomo exerceu atividade profissional. Vale salientar que, além disso, é necessário levar duas testemunhas.

1 – Recibo de Prestação de Serviço

autônomo

Para comprovar o período que foi trabalhado, recibos da prestação de serviço podem ser utilizados. Lembrando que no recibo deve estar especificado o período trabalhado.

2 – Sindicato ou Conselho de Classe

O registro do conselho de classe ou em algum sindicato também terá validade como comprovação. Uma boa dica é entrar em contato com alguns desses órgãos.

Podemos citar dois exemplos: OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e CRM (Conselho Regional de Medicina). Esses dois órgãos sempre disponibilizam suporte aos seus associados.

3 – Correspondência Pessoal

Outro indicador do trabalho exercido pode ser uma correspondência da época. Mas ele deve conter o carimbo dos Correios e data.

4 – Declaração do Imposto de Renda

Um dos principais comprovantes do período de trabalho é a declaração do imposto de renda. Nele estão descritos todas as informações financeiras pessoais.

5 – Inscrição na Prefeitura

É muito comum que alguns autônomos façam a inscrição na prefeitura de sua cidade. Esse documento pode ser de suma importância se nele constar a descrição da atividade profissional, que deve ser regularizada pelo órgão de fiscalização em praticamente todos os municípios do país.

6 – Contratos de Instituições Bancárias

Muitos autônomos realizam empréstimos ou solicitam crédito de financiamento com instituições bancárias. Isso significa que esses contratos podem ser utilizados como comprovantes para o tempo de trabalho exercido. Mas é importante conter nele a profissão e comprovação da renda.

Veja mais:

+ 5 direitos que o aposentado tem ao continuar trabalhando. 

++ Empréstimo para Empreendedor Informal – consulte as condições. 

7 – Documento da Empresa

Outra maneira de buscar informações é no documento da empresa em que o serviço foi prestado. No entanto, e necessário que esse documento esteja registrado na junta comercial.

8 – Certidão de Nascimento dos Filhos

Caso a Certidão de Nascimento dos Filhos conste a atividade profissional, ele poderá ser usado como comprovante. E caso não haja, o profissional pode procurar o cartório local e solicitar o documento completo.

9 – Fotografia com Data

Nos dias atuais, até as fotografias podem ser usadas como comprovante de trabalho. Mas para isso, é necessário ter a data impressa na foto e claro, de forma original.

10 – Boletim de Ocorrência

O Boletim de Ocorrência pode ser usado como comprovante. Nesses casos, sempre é obrigatório estar descrita a profissão dos envolvidos.

autônomo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.