Conheça 6 Motivos Para Pagar O Carnê Do INSS  

Muitas pessoas ficam na dúvida se devem ou não pagar o carnê do INSS – Instituto Nacional do Seguro Nacional. O que pouca gente sabe é a quantidade de benefícios que o trabalhador terá ao pagar o carnê.

Para autônomos é mais importante ainda. Isso acontece porque eles trabalham por conta própria e tem que contribuir de forma individual com o INSS.

Confira 6 motivos para contribuir com o INSS

INSS

1 – Estar de acordo com a lei

Um das grandes vantagens de contribuir com o INSS é estar dentro da lei. Isso é de suma importância para os autônomos. Esse pagamento que ele não seja multado pelas autoridades competentes como o próprio INSS, por exemplo.

Olhando pelo lado financeiro, o pagamento do INSS garante ainda valores sem acréscimos de juros de uma vez, no que diz respeito contribuições atrasadas.

2 – Estar no caminho da aposentadoria

Outro grande ponto positivo em contribuir com o INSS é o fato de que ele entra na contagem de tempo trabalhado para se aposentar. Isso é muito válido para autônomos.

De uma forma geral, o ideal é manter uma previdência privada para ter um bom padrão de vida na velhice. Isso é uma excelente ideia porque na maioria dos casos, a contribuição com o INSS não garante um bom nível de salário.

3 – Garantia de um salário mínimo

O pagamento da Guia da Previdência Social, ao menos, garante o direito à aposentadoria de um salário mínimo. Vale salientar que isso vai depender do tempo de contribuição.

A excelente noticia é que quem paga todo meses o INSS tem esse direito reservado.

4 – Estar segurado em caso de invalidez ou acidentes

É muito importante contribuir com o INSS de forma geral. Mas em especial, no caso de invalidez ou acidentes, ele garante ao trabalhador autônomo uma aposentadoria caso não consiga mais trabalhar.

O benefício não será alto, mas pode ser igualado ou compatível com o que já está sendo pago.

Vale salientar que existem algumas regras para essa condição; apresentação de atestados médicos, passar pela perícia no INSS e mais algumas burocracias que irão evitar fraudes.

5 – Ter o direito do auxílio-doença

Também é muito importante entender que a contribuição do INSS garante o benefício em caso de auxílio-doença. O auxílio-doença é um benefício que é pago ao trabalhador que está impossibilitado de atuar por mais de 15 dias seguidos.

Para ter acesso é necessário haver comprovação e não é aceito doenças pré-existentes.

Veja mais:

> Cartão de Crédito Lojas Renner – vários produtos disponíveis. 

>> FGTS Digital já está disponível – confira. 

6 – Ter o direito reservado de auxílio-maternidade

E para finalizar, a dica é para as mulheres. Contribuindo com o INSS, elas terão direito ao auxílio-maternidade ou salário-maternidade.  Salário-maternidade é o nome do benefício em algumas regiões do país.

O benefício é para um período de 120 dias e ele é pago a partir do 28° dia anterior ao parto. O benefício é valido para as mulheres que contribuiu, pelo menos, 10 meses antes de solicitar o pedido.

inss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.